terça-feira, 26 de fevereiro de 2013

Casamento de boteco

Toda história de amor que se apresenta perante as minhas lentes me ensina alguma coisa sobre a encantadora arte de amar, tão fácil e tão difícil ao mesmo tempo. E algumas certezas eu vou formando nesse caminho, costurando como uma colcha de retalhos, a minha receita de felicidade.
Pra ser bom, o amor não precisa ser formal, basta ser cúmplice. Pode ser de boteco, com toalha xadrez, cerveja gelada e roda de samba pra fazer o coração quase explodir de alegria.
Pra fazer feliz de verdade, o amor não é coisa de se viver sozinho. É uma matemática estranha, em que quanto mais você divide, mais ele se multiplica. A pessoa que faz seu coração descompassar e se tranquilizar ao mesmo tempo, a família, os amigos, aqueles que você quer ter sempre por perto. Divide-se a alegria, multiplicam-se os sorrisos, somam-se os corações.
Leticia e Alexandre, uma história de amor que nasceu num boteco, que se solidificou pela cumplicidade, pelo respeito, pelo amor e que agora inicia um novo capítulo, na construção de mais uma família, para dar continuidade às famílias lindas que os trouxeram até aqui!

terça-feira, 19 de fevereiro de 2013

Uma mocinha muito decidida!

Acho divertido prestar atenção nas crianças e em quanta personalidade cabe em corpinhos tão pequenos! Essa pequena foi uma surpresa: como cabe tanta independência e segurança numa pitoca desse tamanho, de olhar tão doce?!? Mas nenhuma dúvida de que ela sabe bem o que quer, é despachada e atrevida, daquelas que desce o escorregador de ponta cabeça morrendo de rir e curte a festa toda, no maior bom humor, até o último minuto!